Publicidade patrocinada em conteúdos relacionados a Deus também é comércio

Tenho um blog na internet ou mesmo um canal no Youtube para expor conteúdo cristão e relacionado a Deus. Posso ganhar dinheiro com isso?

Da mesma forma que não é possível manter comércio relacionado à atividade de culto ou no próprio espaço de culto a Deus (Mateus 21:12), igualmente não é possível obter lucros mediante a exposição de conteúdos relacionados à fé.

“Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.” (Mateus 6:24)

A publicidade está presente até mesmo em vídeos que foram publicados no Youtube com o objetivo único de combater o comércio que é realizado em nome da fé. Nesse caso real com o qual me deparei, apesar da grave incoerência, encontrei apenas uma crítica ao canal por ter praticado justamente aquilo que condenou:

“Canal com propaganda para o dono receber $ em troca das mensagens de D’us. Também é ganhar dinheiro com o evangelho ( fazer comércio).”

Alguém pode dizer que existem custos para manter um site ativo na internet, mas os custos são muito pequenos e não justificam a necessidade de exibir publicidades que, eventualmente, podem trazer até mesmo conteúdos inapropriados.

Se eu quero divulgar conteúdo cristão, se eu quero transmitir ensinamentos acerca da Palavra de Deus, eu deveria seguir o exemplo de Davi, que se recusou a oferecer sacrifício a Deus sem que tivesse um preço a pagar.

“E disse o rei Davi a Ornã: Não, antes, pelo seu valor, a quero comprar; porque não tomarei o que é teu, para o Senhor, para que não ofereça holocausto sem custo.” (1 Crônicas 21:24)

É exatamente por esse motivo que você não encontrará anúncios neste Blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *