Projeto de lei pretende acabar com uso do dinheiro em espécie no Brasil

A Câmara dos Deputados analisa projeto de lei que pretende pôr fim à produção, circulação e uso do dinheiro em espécie e determina que as transações financeiras se realizem apenas através do sistema digital. O autor da proposta (PL 48/15) é o deputado Reginaldo Lopes (PT-MG).

Lopes argumenta que as transações feitas em sites de banco, máquinas de cartão de débito ou crédito e em celulares são mais comuns a cada dia. Ele acredita que a extinção do dinheiro em espécie “pode trazer muitos benefícios à sociedade e colocar nosso país em outro patamar de organização fiscal, tributária e de combate à violência, sonegação, tráfico de drogas e corrupção”.

O deputado afirma que, em 2008, 33% das transações no Brasil foram feitas com cartão e que, em 2012, esse percentual subiu para 37%. Ele aponta ainda que o uso de cheques caiu de 14% para 6%, enquanto as compras feitas por débito subiram de 6% para 19%.

Segundo o parlamentar, diante desses números, “é fácil perceber que em alguns anos todo brasileiro economicamente ativo possa ter uma conta bancária e um cartão de crédito, e não ficaria difícil extinguir o dinheiro em espécie”. Lopes reconhece que muitos ajustes deverão ser feitos, mas será “fácil atender as demandas para implantação” com a tecnologia atual.

Outro ponto suscitado pelo deputado é o da reforma tributária. De acordo com ele, a reforma poderia “realmente sair do papel” com a aprovação do seu projeto, “já que haveria uma arrecadação maior, o que causaria uma redução de impostos e a simplificação dos tributos”.

Lopes também cita dados de outros países, onde o uso de dinheiro em espécie é cada vez menor. Na Noruega, por exemplo, apenas 4% das transações são feitas com dinheiro, segundo ele. Em Israel, o governo anunciou a criação de uma comissão que estudará as maneiras de eliminar o dinheiro com o objetivo de reduzir a sonegação de impostos.

O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação (inclusive quanto ao mérito); e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA: PL-48/2015

(Fonte: http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/ECONOMIA/489566-PROJETO-PRETENDE-ACABAR-COM-USO-DO-DINHEIRO-EM-ESPECIE.html)

COMENTÁRIOS DO EVANGELISMO.BLOG.BR:

Embora muito importante, o assunto não vem ganhando destaque na mídia. Se aprovado, o projeto vira lei e o dinheiro em espécie deixará de ter valor no país.

O fim do dinheiro em cada país e a posterior adoção de uma moeda global, a qual será totalmente digital, é uma realidade para as próximas décadas e constitui-se em um importante passo rumo à implantação de uma Nova Ordem Mundial.

Enquanto muitos consideram a implantação da Nova Ordem Mundial apenas fruto de uma teoria da conspiração, líderes influentes e homens riquíssimos há muito estão trabalhando para que isso se torne uma realidade:

“Estamos no limiar de uma transformação global. Tudo o que precisamos é de uma crise sem precedentes e as nações aceitarão a Nova Ordem Mundial” David Rockfeller, magnata das finanças e um dos atuais esteios da Nova Ordem Mundial

“Teremos um governo mundial quer você queira ou não, seja pela conquista ou seja pelo consentimento” James Warburg, banqueiro norte-americano

“Nós não queremos mais um comitê; já temos comitês que cheguem. O que queremos é um homem de influência suficiente para conseguir que todos os povos se aliem e nos tire do atoleiro econômico em que estamos nos afundando. Mandem-nos esse homem, e seja ele Deus ou o diabo, nós o receberemos.” Paul-Henri Spaak, Secretário-geral da OTAN

“Alguns até acreditam que nós (a família Rockefeller) são parte de uma cabala secreta trabalhando contra os melhores interesses dos Estados Unidos, caracterizando a minha família e eu como ‘internacionalistas’ e de conspirar-mos com outros ao redor do mundo para construir-mos uma política mais global e integrada n estrutura económica – um mundo, se você quiser. Se essa é a acusação, eu sou culpado, e eu estou orgulhoso dela.” David Rockefeller, Memoirs, página 405

“O Congresso terá, antes, não é um acordo comercial convencional, mas a arquitetura de um novo sistema internacional… um primeiro passo para uma nova ordem mundial”. Henry Kissinger sobre o NAFTA, Los Angeles Times

“No próximo século, nações como a conhecemos estarão obsoletas; todos os estados reconhecerão uma autoridade única e global. A soberania nacional não era uma idéia tão grande, afinal.” Strobe Talbot, subsecretário do presidente Clinton de Estado, Time Magazine, 20 de julho de 1992

Durante o período da Nova Ordem Mundial (governo, lei, moeda digital e religião únicos), e a Bíblia fala sobre o interesse dos governantes nisso (Apocalipse 17:12-13), todas as pessoas serão obrigadas a aceitarem uma “marca” na mão direita ou na testa, para que possam comprar ou vender, conforme Apocalipse 13:15-17.

Mas para que o comércio possa ser controlado de forma efetiva, será necessária a adoção do dinheiro digital e a inclusão de todos os usuários nesse sistema, por meio da aceitação dessa marca, que será provavelmente uma tecnologia implantada no corpo.

Somente as pessoas que possuírem a “marca” poderão permanecer em seus empregos, pagar uma conta de luz, utilizar os serviços públicos, abastecer o carro ou mesmo comprar água e alimento.

Porém a aceitação da “marca” significará a concordância com o governo do anticristo e adoração a este.

Caso a pessoa não aceite a marca e a submissão ao governo do anticristo, ela será exterminada:

“E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta.” (Apocalipse 13:15)

“E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.” (Apocalipse 20:4)

Não por acaso, Herbert George Wells, autor do livro “A Nova Ordem Mundial”, publicado em 1939, disse:

“Inúmeras pessoas odiarão a Nova Ordem Mundial, morrerão protestando contra ela.”

Quanto ao Brasil, ele será um dos países que participarão da Nova Ordem Mundial, quando esta for implantada?

Você já está preparado para esse momento?

A primeira coisa que você deve fazer é confessar a Deus os seus pecados, arrependendo-se, e crer que o Senhor Jesus Cristo é o seu único Salvador. Creia que Jesus Cristo é o próprio Verbo que se fez carne, ou seja Deus em forma de homem. Creia que Ele morreu na cruz para receber em seu lugar a condenação e que ao terceiro dia ressuscitou dos mortos. Creia na Palavra de Deus e confie a sua vida nas mãos do Senhor Jesus Cristo.

Muitas denominações cristãs ensinam que a igreja não estará aqui quando isso acontecer, mas acredite, nós veremos o anticristo assolando o mundo.

O arrebatamento da igreja acontecerá, porém somente após a apostasia e a manifestação do anticristo, o qual estará assentado no Templo de Deus (em Jerusalém), querendo parecer Deus (2 Tessalonicenses 2:2-4). Acerca desse assunto, poderá acessar o estudo “O arrebatamento da igreja“.

Esteja preparado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *