Pastor ex-gay ministra para funcionários da Rede Globo em SP

O culto foi realizado em um dos auditórios da emissora localizada na região Oeste da capital paulista

Aconteceu no último sábado (13) um culto mensal realizado pelos funcionários da Rede Globo em São Paulo e o convidado para ministrar foi o pastor Robson Staines, ex-gay.

O religioso, que também é cantor, teve a oportunidade de contar seu testemunho para cerca de 100 pessoas em um dos auditórios da emissora.

Staines foi recepcionado com muito carinho pelos funcionários da Globo. “Assim que cheguei no auditório, tinham placas com as inscrições, como ‘Seja bem vindo, em nome de Jesus’ e um painel com um coração, escrito ‘Jesus te ama’. Foi uma coisa linda, de alto nível. Deus foi glorificado ali. Se todas as emissoras tivessem iniciativas assim, teria um efeito tremendo”, disse ele ao Guia-me.

Promovido por funcionários cristãos, o evento é aberto a todos e após o culto 20 pessoas aceitaram a Cristo. “O mais extraordinário deste trabalho é o ponto evangelístico disso. Pessoas chorando, emocionadas na presença de Deus. Foi lindo, foi tremendo”, relatou Robson.

O testemunho dele já foi para a TV através do programa SuperPop onde ele já participou debatendo temas ligados ao homossexualismo, sempre mostrando que é possível deixar a prática.

(Extraído de: http://noticias.gospelprime.com.br/ex-gay-ministra-funcionarios-globo/)

Comentários do Evangelismo.blog.br:

"E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas;"(Atos 10:34)

Isso significa que qualquer pessoa, independentemente do seu nível de estudo, nacionalidade, raça, condição financeira, quantidade de amigos, popularidade, idade, pode se chegar a Deus por causa do sacrifício do Senhor Jesus Cristo no madeiro.

A Palavra de Deus tem que ser pregada por toda a parte, conforme a ordem (Marcos 16:15). Basta olhar o exemplo do Senhor Jesus Cristo, que ensinou não apenas nas sinagogas e no Templo, mas também pelas ruas, às margens do mar, no monte, nas casas, para várias pessoas e apenas para uma, de manhã, à tarde e à noite.

À medida que a Palavra de Deus vai sendo ensinada, mais vidas vão se convertendo a Cristo. Com o número de seguidores de Cristo aumentando, aumentar-se-á também o número de conversões para Deus, pois haverá mais pregadores trabalhando e alcançando um número cada vez maior de vidas, num processo contínuo que só será encerrado quando o Senhor Jesus Cristo voltar!

Por isso Jesus efetuou as seguintes comparações, acerca do Reino de Deus:

"É semelhante ao grão de mostarda que um homem, tomando-o, lançou na sua horta; e cresceu, e fez-se grande árvore, e em seus ramos se aninharam as aves do céu." (Lucas 13:19)

"É semelhante ao fermento que uma mulher, tomando-o, escondeu em três medidas de farinha, até que tudo levedou." (Lucas 13:21)

Da mesma forma o reino de Deus entre os homens começou pequeno, mas com o tempo começou a crescer, no começo mais lentamente, com um alcance mais limitado, mas depois cada vez mais rápido, alcançando uma amplitude cada vez maior.

A consequência disso é que o cristianismo ganha força e que a Palavra de Deus passa a ser ensinada em locais antes inacessíveis ao homem, como nos ambientes corporativos, com boa liberdade.

Enquanto em alguns países, as pessoas não podem ser vistas com uma Bíblia, em outros, onde há grande quantidade de cristãos, as Escrituras podem ser lidas e ensinadas livremente em público. Essa regra se aplicou também no passado:

"E disse o Senhor em visão a Paulo: Não temas, mas fala, e não te cales; Porque eu sou contigo, e ninguém lançará mão de ti para te fazer mal, pois tenho muito povo nesta cidade. E ficou ali um ano e seis meses, ensinando entre eles a palavra de Deus." (Atos 18:9-11)

Com relação aos cultos realizados nos ambientes corporativos, isso tem se tornado cada vez mais frequente e comum. Os funcionários das empresas têm conseguido autorização e espaço para realizar as reuniões e assim adorar a Deus e estudar a sua Palavra. Deus tem agido criando estas importantes oportunidades, visando levar a mensagem do Evangelho para onde ela realmente deve estar: entre as pessoas.

Evangelismo.blog.br: Porque evangelizar é necessário