Quase meia hora de silêncio

"E, havendo aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora" (Apocalipse 8:1)

Não me recordo de outra referência bíblica que mostre situação semelhante à que muito em breve acontecerá: o céu em silêncio absoluto.

Antes de falar sobre a abertura do sétimo selo e suas consequências, será interessante aprender mais sobre o livro de sete selos:

"E vi na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, selado com sete selos. E vi um anjo forte, bradando com grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de desatar os seus selos? E ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra, podia abrir o livro, nem olhar para ele. E eu chorava muito, porque ninguém fora achado digno de abrir o livro, nem de o ler, nem de olhar para ele. E disse-me um dos anciãos: Não chores; eis aqui o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, que venceu, para abrir o livro e desatar os seus sete selos." (Apocalipse 5:1-5)

O Capítulo 6 de Apocalipse fala sobre a abertura de 6 selos desse livro, que contém no total 7 selos. A cada abertura de um novo selo, grandes acontecimentos na Terra e com os homens vão se consumando.

Não há como saber quantos selos do livro já foram abertos, se um, dois ou três (eles serão abertos pela sequência). No entanto, é fácil concluir que o sexto selo ainda não foi aberto, pois quando o sexto selo for aberto:

"E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue; as estrelas do céu caíram sobre a terra, como quando a figueira lança de si os seus figos verdes, abalada por um vento forte. E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares. E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas; E diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; Porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?" (Apocalipse 6:12-17)

Ainda não vimos nenhum dos eventos descritos acima acontecer.

Quando o sétimo selo for aberto, nesse momento, haverá silêncio no céu. Esse silêncio, creio eu, será uma espécie de luto pelas coisas que ocorrerão entre os homens.

Quando o sétimo selo abrir, o silêncio será de meia hora. Essa meia hora poderá corresponder aos nossos trinta minutos, ou não. A única certeza é que haverá o silêncio na glória.

Depois do silêncio, sete anjos receberão cada um uma trombeta.

"E os sete anjos, que tinham as sete trombetas, prepararam-se para tocá-las." (Apocalipse 8:6)

À medida que os anjos começarem a tocar as trombetas, a exemplo do que aconteceu com a abertura dos selos, mais coisas espantosas acontecerão com a Terra e os homens. Os anjos tocarão as trombetas, cada uma delas a seu próprio tempo, até que chegue o momento da última e mais importante das trombetas.

"Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos." (Apocalipse 10:7)

A sétima trombeta marcará o fim da grande tribulação e a derrota do anticristo. Nessa ocasião, Cristo estabelecerá o reino terreno, para cumprir várias profecias como estas: Zacarias 14:9-16, Isaías 2:2-4, Miquéias 4:4, Ezequiel 37:21-28, Daniel 2:44 e Apocalipse 20:4,5.

O anticristo será retirado do Templo de Deus (2 Tessalonicenses 2:4) em Jerusalém e dará lugar ao verdadeiro Cristo e Messias, no momento de sua vinda:

"E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda" (2 Tessalonicenses 2:8)

O "esplendor da sua vinda" acontecerá como narrado em Lucas 21:27-28, Ezequiel 11:22-23 e Zacarias 14:4. O Senhor Jesus virá com seus santos (Judas 1:14) anjos (Marcos 8:38), apartará os bodes das ovelhas (Mateus 25:32), e estabelecerá o seu reino terreno pelo período de mil anos (Apocalipse 20:4,5), durante o qual as nações não aprenderão mais a guerrear (Isaías 2:2-4), as pessoas terão o tempo de vida aumentado (Isaías 65:20), e até os animais carnívoros como o leão serão transformados em herbívoros (Isaías 65:25).

Durante o reinado de Cristo na terra, o mundo desfrutará de verdadeira paz e justiça. Mas e quanto à igreja? Onde estará quando Cristo estabelecer o reino na terra? Quando será o arrebatamento da igreja? Antes, durante ou após o período da grande tribulação? Isso é assunto para um outro estudo.


Deus seja louvado e glorificado eternamente!
É permitida a reprodução e disponibilização desse conteúdo
www.evangelismo.blog.br

Evangelismo.blog.br: Porque evangelizar é necessário