O erro de Tobias

Existem muitas semelhanças entre a Bíblia Católica e a Bíblia Protestante. Apesar de serem poucas as diferenças existentes entre essas duas Bíblias, elas não podem ser desconsideradas.

A mais relevante das diferenças está na quantidade de livros, visto que a Bíblia Católica possui 7 (sete) livros a mais no Velho Testamento do que a Bíblia Protestante.

O objetivo desta mensagem é alertar os cristãos católicos acerca da procedência das informações contidas no Livro de Tobias, que está presente apenas na Bíblia Católica.

Observe o texto extraído desse livro:

"Entretanto, Tobias interrogou o anjo: Azarias, meu irmão, peço-te que me digas qual é a virtude curativa dessas partes do peixe que me mandaste guardar. O anjo respondeu-lhe: Se puseres um pedaço do coração sobre brasas, a sua fumaça expulsará toda espécie de mau espírito, tanto do homem como da mulher, e impedirá que ele volte de novo a eles. Quanto ao fel, pode-se fazer com ele um ungüento para os olhos que têm uma belida, porque ele tem a propriedade de curar." (Tobias 6:7-9, da Bíblia Ave Maria)

Para facilitar a compreensão, recomenda-se a leitura de todo o capítulo 6 do Livro de Tobias. De acordo com o texto acima, um anjo ensinou ao jovem Tobias sobre como utilizar partes de um peixe para expulsar demônios e curar enfermidades.

Você acredita que esses ensinamentos vieram mesmo da parte de um anjo enviado por Deus?

Quando oramos, falamos com Deus. Quando lemos as Escrituras Sagradas, Deus é quem fala conosco. Portanto, vamos deixar o Senhor Jesus Cristo nos responder.

"E disse-lhes: Esta casta de demônios não pode sair com coisa alguma, a não ser com oração e jejum." (Marcos 9:29)

Jesus Cristo está dizendo que somente com oração e jejum se expulsa demônios, porém o suposto anjo diz que a fumaça produzida por um coração de peixe colocado sobre uma brasa pode expulsar demônios. Quem está com a razão? O anjo ou Jesus Cristo?

Vejamos uma outra passagem escrita na própria Bíblia Ave Maria:

"Quando tiveres entrado na terra que o Senhor, teu Deus, te dá, não te porás a imitar as práticas abomináveis da gente daquele terra. Não se ache no meio de ti quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem quem se dê à adivinhação, à astrologia, aos agouros, ao feiticismo, à magia, ao espiritismo, à adivinhação ou à invocação dos mortos, porque o Senhor, teu Deus, abomina aqueles que se dão a essas práticas, e é por causa dessas abominações que o Senhor, teu Deus, expulsa diante de ti essas nações. Serás inteiramente do Senhor, teu Deus." (Deuteronômio 18:9-13)

O fato é que o Livro de Tobias ensina uma heresia contrária à verdadeira vontade de Deus. Tobias recebeu um curso rápido sobre como fazer feitiçarias e magias utilizando partes de um peixe morto, coisa que Deus proíbe com clareza e firmeza, conforme visto acima.

Outro grande problema é que os anjos de Deus não podem mentir. Porém o anjo "Azarias" parece não se importar muito com isso. Em Tobias 3:25 está escrito que o Senhor enviou o anjo Rafael para curar Tobit e Sara. Todavia em Tobias 5:18, o mesmo anjo supostamente encaminhado pelo Senhor se identifica como Azarias, portanto mentindo ao apresentar a sua identidade.

Se Tobias conhecesse as Escrituras Sagradas, ele não teria sido enganado dessa maneira, pois se lembraria do que está escrito em Deuteronômio 18:9-13. A verdade é que aquele não era um anjo enviado por Deus, mas sim um demônio enganador enviado pelo próprio Satanás, que é o pai da mentira e do engano.

Tobias caiu no erro de acreditar que a fumaça de um coração posto sobre uma brasa tem poder para expulsar demônios. Não ainda contente, relatou esses fatos para que outros viessem a ser enganados e como se isso não bastasse, a igreja Católica resolveu acreditar também nessa história, tanto é que está disponível até os dias de hoje nas Bíblias Católicas.

Porque o Vaticano não admite logo o erro e retira esse livro da Bíblia? Porque o Vaticano não lança fora todos os ídolos e imagens de escultura e cumpre a vontade de Deus? Por que essa invenção de limbo, purgatório, missa de sétimo dia e do batismo de bebês? Nenhum desses procedimentos está presente na Bíblia.

"E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade." (2 Pedro 2:1-3)

Diferentemente de Tobias, você pode fugir do erro e abraçar a verdade. Use o seu direito de escolha.

Não escrevo isso para que se torne meu inimigo, mas muito pelo contrário. Você deve ficar feliz, pois está sendo esclarecido com a verdade. O Senhor Jesus Cristo nos ensinou uma estratégia para fugir do engano e é muito simples:

"Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam;" (João 5:39)

Jesus ama muito os pecadores, de uma forma tal que não há como descrever com palavras esse sentimento verdadeiro de Deus. O problema é que um dia Deus cumprirá a palavra dita por Ele. Serão punidos todos aqueles que não se arrependerem dos pecados, dentre os quais, o de praticar a magia e a feitiçaria, como a ensinada no Livro de Tobias.

Todos pecaram, diz a palavra de Deus. Logo, todos precisam se arrepender de seus pecados. A boa notícia é que

"se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça." (1 João 1:9)

Portanto, é preciso abrir o coração para a Palavra de Deus e deixar de confiar em tradições impostas por homens corruptos de entendimento.

Se é o seu caso, não seja mais participante dos erros doutrinários tão contrários aos ensinamentos bíblicos.


Deus seja louvado e glorificado eternamente!
É permitida a reprodução e disponibilização desse conteúdo
www.evangelismo.blog.br

Evangelismo.blog.br: Porque evangelizar é necessário