As duas Testemunhas

“E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco.” (Apocalipse 11:3)

O Apocalipse é uma revelação do Senhor Jesus Cristo (Ap.1:1) a seu servo João, durante o período em que esteve preso em Patmos, uma ilha pertencente à Grécia, localizada 55 km a sudoeste da Turquia, no mar Egeu.

A ilha de Patmos era utilizada antigamente como um lugar de banimento. João esteve preso nesse lugar por causa do amor à Palavra de Deus e do testemunho de Jesus Cristo entre 95 e 96 d.C. Foi nesse período que ele escreveu a Revelação de Jesus Cristo.

Grande parte do livro é simbólica e de difícil compreensão, mas com o decorrer dos séculos, entender Apocalipse já não é uma tarefa tão difícil como foi antigamente e isso se tornou possível após o cumprimento de diversas profecias bíblicas.

Em Apocalipse 11:3, nesse momento da visão, João viu dois homens profetizando pelo período de 1260 (mil duzentos e sessenta) dias, o que dá três anos e meio.

Nesse período, dois profetas enviados por Deus darão um testemunho à humanidade, porém os homens não darão ouvidos. Por causa do testemunho, os dois profetas serão mortos e expostos como troféus. Observe:

“E jazerão os seus corpos mortos na praça da grande cidade que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, onde o seu Senhor também foi crucificado. E homens de vários povos, e tribos, e línguas, e nações verão seus corpos mortos por três dias e meio, e não permitirão que os seus corpos mortos sejam postos em sepulcros. (Apocalipse 11:8-9)

Até o início do século passado, ninguém poderia imaginar ao certo como homens de vários povos, línguas e nações poderiam ver os cadáveres dessas duas testemunhas. Com o surgimento da televisão e depois da internet, sabemos que essa profecia pode ser cumprida a qualquer momento, porque há tecnologia para isso.

Televisão ou "visão distante" (do grego tele - distante e do latim visione - visão) é um sistema eletrônico de reprodução de imagens e som de forma instantânea. Por meio da televisão, homens de várias nações verão ser cumprida mais uma vez a Palavra de Deus e isso é um fato inevitável.

Até mesmo o mais incrédulo dos homens deve pensar bastante no cumprimento das profecias bíblicas. Na época em que foram escritos os livros da Bíblia, não havia tecnologia avançada, a medicina era arcaica, pois as pessoas morriam até por causa de uma simples infecção na garganta. Não havia qualquer outro meio de transporte por terra mais rápido que o cavalo.

Mesmo assim, a Palavra de Deus, revelada ao homem, descreve com incrível precisão fatos futuros que eram impossíveis de serem previstos por homens comuns. Realmente para mostrar que a Bíblia Sagrada realmente provém de Deus.

"Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo." (2 Pedro 1:20-21)

Alguns acreditam que Moisés e Elias serão as duas testemunhas de Apocalipse 11, pela natureza dos milagres indicados no versículo 6 do mesmo capítulo:

"Estes têm poder para fechar o céu, para que não chova, nos dias da sua profecia; e têm poder sobre as águas para convertê-las em sangue, e para ferir a terra com toda a sorte de pragas, todas quantas vezes quiserem." (Apocalipse 11:6)

Se essa hipótese está correta ou não, não importa. A Palavra vai se cumprir de qualquer maneira!

Depois de três dias e meio, Deus ressuscitará a esses homens diante de todos, ocasião em que ocorrerá um grande terremoto, o qual arrasará a décima parte da cidade, deixando um saldo de 7000 (sete mil) homens mortos.

As duas testemunhas serão levadas ao céu em uma nuvem e serão vistas por todos os inimigos que se levantaram contra elas. Isso será apenas o cumprimento do segundo ai, de um total de três “ais”.


Deus seja louvado e glorificado eternamente!
É permitida a reprodução e disponibilização desse conteúdo
www.evangelismo.blog.br

Evangelismo.blog.br: Porque evangelizar é necessário